Roque esconde idade, mas conta os segredos do patrão Sílvio Santos

17-entrevista-roque-otavio-mesquisa-silvio-santos-noticiapopular-4
1254 0

No dia do seu aniversário, Roque, o diretor de auditório que acompanha o apresentador Silvio Santos há mais de quatro décadas, foi homenageado recentemente no “Okay, Pessoal!”.

“Setenta e alguma coisa”, foi o máximo que Roque confessou sobre sua idade. “Quando foi e onde você cruzou pela primeira vez com o Silvio Santos?”, quis logo saber Otávio Mesquita. O diretor de palco conta então que tudo aconteceu por ele ter perdido uma oportunidade de emprego numa loja de panelas lá pelos idos de 1955.

“Era pra eu estar lá às 8:00 horas da manhã, mas o trem só passou às 9:30 – e eu cheguei na empresa era onze e pouco”, lembra Roque que foi mandado embora na mesma hora. Sem o que fazer, resolveu ir até a Rádio Nacional de São Paulo assistir o Programa Manoel de Nóbrega. “Toda aquela turma que não tinha o que fazer ia lá assistir os programas”, observa.

17-entrevista-roque-otavio-mesquisa-silvio-santos-noticiapopular-3

“Aí, peguei amizade na portaria e vai daqui vai dali, tinha um chefe lá que gostou de conversar comigo e eles estavam precisando de um ‘office boy’. Então eu comecei a trabalhar lá. E quando o Silvio ia fazer o programa dele lá na rádio, eu fui pegando amizade com ele”, relembra Roque.

Quando o Silvio ganhou a concessão do seu canal, Roque já trabalhava no programa dele na TV Globo. “Aí ele me convidou pra vir com ele e me disse: você vai ser o responsável pelo meu público. E você vai ter o maior carinho e vai atender com muito carinho esse meu público! Trate bem porque esse povo me deixou famoso e esse povo me deixou rico!”, advertiu o então “Homem do Baú”.

“Muita gente no Brasil não sabe que não existe no mundo um canal de televisão com tantos programas de auditório como tem o SBT”, ressaltou Roque com orgulho. “Numa pesquisa da USP (Universidade de São Paulo) publicada na internet, dentre todas as emissoras do Brasil, onde o público é mais bem tratado é no SBT”, afirmou o diretor de palco.

“Você estava naquele dia em que o Silvio caiu numa piscina no palco?”, perguntou Mesquita. “Desde que você não comente, ele quase perdeu a dentadura!”, segreda Roque. O apresentador tem um ataque de riso. “E ele caiu mesmo, não foi armação. Só que quando ele caiu, sumiram todos os assistentes de palco. Quem ia querer ser o culpado?!”, relata o braço direito dos programas de auditório de Silvio Santos.

Quanto à reação bem humorada de Silvio ao incidente, Roque faz um parêntese: “Se eu falar quem é o Silvio Santos, eu nem vou ter condição. O que ele é na televisão, pessoalmente ele é melhor ainda! Se ele souber que alguém do auditório foi maltratado, é só falar que ele manda embora quem fez isso”.

Otávio chama então um dos seus funcionários para participar da conversa. O jovem Sérgio Marcos Nogueira Roque, 21, filho do diretor de palco. Mesquita, que faz questão de manter o seu jeitinho ‘sem noção’ de ser, comenta: “Mas ele é muito moço. Roque, você tá descascando até agora?!”. “Mas ele tem um irmão de 15!”, acrescentou o diretor de palco que teve três casamentos e sete filhos.

17-entrevista-roque-otavio-mesquisa-silvio-santos-noticiapopular-6

“Ele é um excelente pai. Tenho muito orgulho do meu pai!”, declara Serginho. Roque agradece tímido. “Roque, você não pensa em reunir todos os filhos, as ex-mulheres e fazer uma festa de fim de ano?”, cutucou Mesquita. “A situação já tá ruim, se eu for fazer festa eu vou pro brejo! tem que esperar a situação melhorar”, argumenta Roque. Otávio sugere reuni-los todos num almoço organizado pela sua produção. Roque desconversa.

Sobre o seu departamento no SBT, Roque explica: “Todo o controle está comigo, desde que elas (as caravanas) chegam lá, tem o cafezinho, tem lanche, tem refrigerante, tem tudo”.

“Foi esse cara aqui que convenceu o Silvio a trazer no auditório transformistas. Conta como é que foi”, pede o apresentador. “O problema dos transformistas, do travesti – ele é uma pessoa que nem a gente! É um ser humano que nem nós. E se eles querem vir no programa, podem. Quando eu falei pro Silvio ele me disse: Roque, a atenção que você dá para o público, eles são gente que nem a gente, pode atender”, declarou.

“E aquele dia em que caíram as calças do Silvio? Caíram literalmente?”, questionou Otávio. “A calça escapou. Sei lá se a cinta dele era meio velha, desgastou. Caiu e por pouco, pouco ele não ficava com o bumbum no ar aparecendo. Mas ele não tá nem aí! Aconteceu e ele deu risada dele mesmo”, comentou Roque. E acrescentou: “Ele é um homem que pra deixar ele nervoso é difícil”. “Eu nunca vi ele nervoso”, retruca Mesquita.

“Pra finalizar”, disse Otávio, “você hoje é um homem que tem uma história com o SBT, amigo de uma das pessoas mais amadas desse país e faz um auditório especial. Queria te parabenizar pelo teu trabalho!”.

“Antes de tudo eu quero agradecer todo o público. Todas as caravanistas do Brasil, quero agradecer o meu departamento que está aí para atender quem quiser. E queria lembrar que todas as caravanas de qualquer lugar do Brasil que quiser conhecer o SBT, pode ligar para o nosso departamento que nós reservamos lugar”.

“Eu queria te propor uma coisa”, solta Otávio se supetão. “Você deve ter histórias incríveis. Eu quero escrever o teu livro, Ser o teu ‘ghost writer’. Quero saber se você aceita e toparia escrever um livro sobre a tua história no SBT”. “Eu converso com você” respondeu Roque cautelosamente. “Brevemente eu converso com você”, reafirmou.

“Tem que pedir autorização pro Silvio porque vai ter que ter foto antiga lá?!”, pergunta afirmando o apresentador. “Eu vou falar com ele. Ele é um homem muito bom”, responde Roque mais diretamente. “Você topa?”, insiste Otávio Mesquita. “Topo. Eu vou falar com o Silvio!”, confirma o diretor de palco Roque.

“Nesse Brasil, o próprio Silvio Santos não sabe o quanto ele é querido! A preocupação dele é que eu trate bem do seu público. Enquanto eu for vivo, que eu estou zelando pelo seu público, o senhor pode ficar tranquilo. Sempre será tratado com o maior carinho do mundo porque além disso, o senhor também é o maior apresentador da televisão!”, declara Roque, emocionado.

Fonte: Renato Kramer, Folha de S. Paulo
In this article

Join the Conversation